segunda-feira, fevereiro 25, 2008
14:39
A festa do Oscar em breves comentários




Melhor filme: "Onde os fracos não têm vez" foi o grande vencedor da noite.
Merecidamente, de acordo com a crítica. Eu torcia por Juno, por tudo que foi falado sobre ele, mas seria azarão demais. E esse foi um ano sem azarões.

Melhor diretor: Ethan e Joel Coen, de "Onde os fracos não têm vez", venceram a estatueta, entregue pelo veterano Martin Scorsese, que ganhou no ano passado.
Primeira vez na história que uma dupla de diretores leva o prêmio. Minha aposta foi certa, e o prêmio, aplaudido.

Melhor ator: O favorito Daniel Day-Lewis, protagonista de "Sangue negro", saiu vitorioso.
Como não podia deixar de ser, torci, memso sem chances, para o Johnny Depp.

Melhor roteiro original: A escritora Diablo Cody, da comédia adolescente "Juno", recebeu o prêmio, entregue por Harrison Ford.
Maior (e talvez único) azarão da noite. Na mosca!

Melhor documentário: "Taxi to the dark side", de Alex Gibney e Eva Orner, recebeu a estatueta das mãos de Tom Hanks.
Infelizmente o SOS Saúde de Michael Moore não levou o prêmio.

Melhor documentário em curta-metragem: A produção americana "Freeheld" saiu vencedora.
Nem mesmo os especialistas viram esse filme, como teria eu visto?

Melhor trilha sonora original: Dario Marianeli ganhou por seu trabalho em "Desejo e reparação".
Torci por Ratattouille, que era bem mais animada, mais fantástica.

Melhor fotografia: O filme "Sangue negro" levou o primeiro prêmio.
Muito bom, realmente. Mas eu esperava que algo ainda mais sombrio pudesse ser condecorado.

Melhor canção original: Saiu vencedora "Falling Slowly", de Glen Hansard e Marketa Irglova, do filme independente "Once".
Ufa! Tinha quase certeza que Happy Working Song ia levar essa estatueta para a Disney, mas o bom gosto dos jurados nos salvou de mais uma tolice musical.

Melhor filme estrangeiro: A produção austríaca "The counterfeiters", de Stefan Ruzowitzky, levou o prêmio.
Ótima produção, pelo que me pareceu. Não haveria espaço para Tropa de Elite, de qualquer forma.

Melhor edição: "O ultimato Bourne" ganhou a estatueta.
Bingo! Era mesmo de se esperar.

Melhor atriz: A francesa Marion Cotillard venceu o Oscar por "Piaf - um hino ao amor".
Ótimo, fantástico! Clap clap clap! Quase impossível de acreditar que Cate Blanchett não ganhou.

Melhor mixagem de som: "O ultimato Bourne" levou o prêmio.
Um filme "barulhento" como diria o crítico José Wilker, levou os prêmios de som. Nada mais justo.

Melhor edição de som: O longa-metragem "O ultimato Bourne" ganhou na categoria.
Vide acima.

Melhor roteiro adaptado: "Onde os fracos não têm vez", dos irmãos Coen, venceu a estatueta.
Pensei que ia dar Desejo e Reparação, mas esse foi o ano deles.

Melhor atriz coadjuvante: A britânica Tilda Swinton venceu na categoria por sua participação em "Conduta de risco".
Por essa eu não esperava. Parece que foi meio azarão também.

Melhor curta de animação: "Peter and the wolf" levou a estatueta da categoria.
A animação dos pombos era melhor, mas não foi considerado apenas técnica de animação e sim a história.

Melhor curta-metragem: A produção francesa "Le Mozart des pickpockets" levou o prêmio, entregue pelo ator Owen Wilson.
Golaço! Não sei como acertei esse chute. Pelo nome, acho, hehe.

Melhor ator coadjuvante: O favorito Javier Bardem ganhou o prêmio por sua participação em "Onde os fracos não têm vez ". A estatueta foi entregue por Jennifer Hudson, vencedora no ano passado.
Todo mundo apostava nele. É realmente um grande ator. Primeiro espanhol a levar este prêmio.

Melhor direção de arte: Os italianos Dante Ferretti e Francesca Lo Schiavo venceram a estatueta por seu trabalho em "Sweeney Todd - O barbeiro demoníaco da Rua Fleet", de Tim Burton. Cate Blanchett apresentou os ganhadores.
Isso aí! Só de ver as imagens em behind the scenes, já achei que era um forte candidato.

Melhores efeitos especiais: O filme "A bússola de ouro" venceu a disputa e levou o prêmio, entregue por The Rock.
Olha só, venceu Transformers e Piratas do Caribe. Eu não imaginava.

Melhor maquiagem: O longa-metragem "Piaf - Um hino ao amor" venceu a estatueta, entregue pela atriz Katherine Heigl.
A aposta óbvia era Piratas do Caribe, mas apesar de mais simples, Piaf conseguiu deixar a atriz idêntica à personagem.

Melhor animação: "Ratatouille", de Brad Bird, levou o prêmio, apresentado pela dupla Steve Carell e Anne Hathaway.
Alguém tinha alguma dúvida?

Melhor figurino: "Elizabeth - A era de ouro" recebeu a estatueta, entregue pela atriz Jennifer Garner.
Apesar de torcer por Sweeney Todd, a escolha era óbvia.

Marcadores:

Fábio Ricardo

[início]

PERFIL
Fábio Ricardo
24 anos
Jornalista
Editor Assistente da Mundi Editora
Baixista da banda Fodzillas
Corredor de rua amador
Blumenau - SC

Fotolog
fabio_ro@hotmail.com



RECOMENDO
Pega no meu Blog
Mundo 47
Duelo de Escritores


BLOGROLL
Rodrigo Oliveira
Santuário dos Delírios
Texto Decorado
Um Momento!
Invisível Particular
Controvérsias Pitorescas
Verde Velma
Jululi
Lady Moondust
Bruna Berka
Continuo Virtual
Rogério KRW
Ypê Amarelo
Coluna Extra
Projeto Diego


LINKS

Flor de Laranja
Objetos de Desejo
Popload
Novo em Folha
Ilustrada
Blog da Soninha
Blônicas
Comunicadores
Judão
Sedentário & Hiperativo
Jacaré Banguela
Jovem Nerd


www.flickr.com
Este é um módulo do Flickr que mostra as fotos públicas de fabrito. Faça o seu próprio módulo aqui.







My Amazon.com Wish List

 


Designed by Natalia Santucci
deliriocotidiano@yahoo.com.br
Blogger


ARQUIVO
Novembro 2003
Dezembro 2003
Janeiro 2004
Fevereiro 2004
Março 2004
Abril 2004
Maio 2004
Junho 2004
Julho 2004
Agosto 2004
Setembro 2004
Outubro 2004
Novembro 2004
Dezembro 2004
Janeiro 2005
Fevereiro 2005
Março 2005
Abril 2005
Maio 2005
Junho 2005
Julho 2005
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Dezembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006
Outubro 2006
Novembro 2006
Dezembro 2006
Janeiro 2007
Fevereiro 2007
Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008