quarta-feira, dezembro 12, 2007
14:07
Quadrinhos




Para quem gosta de Quadrinhos, dei uma garimpada e encontrei umas pérolas...

Malvados
O Maior clássicos das tirinhas de internet.

Mau Humor
Diversos estilos misturados, vale a visita.

Nadaver
Diversos assuntos, diversos quadrinhos, entre outros entretenimentos.

Robson Reis
Tirinhas nerds e bons desenhos.

Tirinhas G1
Seção de titirnhas do G1

Estúdio Pinel
Destaque para as tiras depressivas das fadinhas.

Marcadores: ,

Fábio Ricardo
terça-feira, dezembro 11, 2007
09:47
Pausa pra inutilidade:

Fábio Ricardo
quinta-feira, dezembro 06, 2007
16:19
Os mais importantes discos nacionais da história

Segue a prometida explicação do post anterior:

1 - Gabriel O Pensador - Gabriel O Pensador (1993)

Foi a primeira vez que posso dizer que comprei um CD, saindo triunfante e de peito estufado das lojas Americanas depois de economizar e juntar as notas suadas da mesada. Também foi o disco que eu mais fiquei parada apenas para ouvi-lo. Lembro de deitar no chão da sala, de frente para o aparelho de som, lendo o encarte e ouvindo um Gabriel Pensador então revoltado, nada pop. Lembro até hoje de todas as letras (ou quase) por conta disso. É o disco que mais me marcou.


2 - Titãs – Titanomaquia (1993)

Descobri esse álbum quando moleque, sentado no chão da sala da casa dos meus primos em Rio do Sul. Fiquei encantado com aquela raiva e com aquelas frases fortes, impondo ordem e exigindo o respeito de uma banda que se tornava uma das maiores do país. “Será que é isso que eu necessito”, “Nem sempre se pode ser Deus”, “Felizes são os peixes”, são petardos roqueiros que se demonstraram minha primeira aproximação com o punk. Impressão boa e que ficou.


3 - Los Hermanos - Bloco do Eu Sozinho (2001)

Disco que já traduzi como sendo o "Disco que mudou a minha vida" mudou realmente meu modo de encarar a música. Suas experimentações fizeram com que eu fugisse do que era enlatado, pronto, dos grandes clássicos e dos ouvidos por todos. Me deu vontade de pesquisar novos sons e estilos, de vasculhar minha cidade atrás das bandas locais e observar melhor os estilos de cada um. Abriu meus olhos para muita coisa.


4 - Engenheiros do Hawaii - Alívio Imediato (1998)

Disco ao vivo dos Engenheiros do Hawaii, banda que eu mais ouvi em toda a minha vida, sem sombra de dúvidas. Os maiores clássicos ali, as músicas que eu mais gostava e cantava junto, uma após a outra. A nova cara das canções na forma ao vivo me mostrou que uma banda pode ser atém mesmo melhor nos palcos do que dentro de estúdio.


5 - Os Replicantes - Os Replicantes (1996)

Álbum ao vivo da maior banda punk da história do país. Os principais petardos da discografia da banda estão presentes, e liberou o desejo pelo punk, pelo sujo e pelo barulho, presentes - mas escondidos - dentro de cada um de nós. Canções inesquecíveis de uma banda inesquecível.


6 - Caetano Veloso e Chico Buarque - Juntos e ao vivo (1972)

A maior pérola da MPB eu encontrei em casa, desde cedo. Caetano Veloso e Chico Buarque de Holanda se unem e cantam os maiores clássicos da carreira de ambos, em um clima de confraternização. Tudo muito despojado, tudo muito leve, tudo muito feliz. Tudo muito bom.


7 - Engenheiros do Hawaii - O Papa é Pop (1990)

O mais importante disco de inéditas dos Engenheiros, em minha opinião. Marcou um momento chave na carreira do grupo que tinha seu sucesso cada vez mais reconhecido pelo público e pela crítica. Uma grande obra, daqueleas que sempre devem ficar guardadas em casa.


8 - Los Hermanos - Ventura (2003)

Álbum de uma beleza indescritível, novamente uma grande inovação da banda. Misturou rock com samba e logo formou uma multidão de fãs indies Brasil afora. Tudo que veio depois desse álbum tem uma forte influência dele. Uma espécie de divisor de águas do indie rock brasileiro.


9 - Stuart - Trilha Sonora Para Nossas Vidas (2001)

Melhor disco blumenauense de rock. A origem do punk brega em Santa Catarina, na época em que a Stuart era uma banda-de-um-homem-só, formada por Gustavo "Kaly" Moura e mais ninguém. Hoje a banda já consquistou fama nacional, tem diversos discos e é semdúvidas a banda blumenauense mais bem-sucedida da história. Mas o seu primeiro álbum é o mais tosco, e na minha opinião, o melhor de toda a carreira.


10 - Garotos Podres - Rock de Subúrbio (1995)

Porrada ao vivo e sem censura. Quem gosta de Garotos Podres tem que ouvir esse som. É som pancada na orelha, pronto para assustar menininhas. Talvez por isso memso seja tão bom. É perfeito para espantar todos os demônios.


*no próximo post, as internacionais

Marcadores:

Fábio Ricardo

[início]

PERFIL
Fábio Ricardo
24 anos
Jornalista
Editor Assistente da Mundi Editora
Baixista da banda Fodzillas
Corredor de rua amador
Blumenau - SC

Fotolog
fabio_ro@hotmail.com



RECOMENDO
Pega no meu Blog
Mundo 47
Duelo de Escritores


BLOGROLL
Rodrigo Oliveira
Santuário dos Delírios
Texto Decorado
Um Momento!
Invisível Particular
Controvérsias Pitorescas
Verde Velma
Jululi
Lady Moondust
Bruna Berka
Continuo Virtual
Rogério KRW
Ypê Amarelo
Coluna Extra
Projeto Diego


LINKS

Flor de Laranja
Objetos de Desejo
Popload
Novo em Folha
Ilustrada
Blog da Soninha
Blônicas
Comunicadores
Judão
Sedentário & Hiperativo
Jacaré Banguela
Jovem Nerd


www.flickr.com
Este é um módulo do Flickr que mostra as fotos públicas de fabrito. Faça o seu próprio módulo aqui.







My Amazon.com Wish List

 


Designed by Natalia Santucci
deliriocotidiano@yahoo.com.br
Blogger


ARQUIVO
Novembro 2003
Dezembro 2003
Janeiro 2004
Fevereiro 2004
Março 2004
Abril 2004
Maio 2004
Junho 2004
Julho 2004
Agosto 2004
Setembro 2004
Outubro 2004
Novembro 2004
Dezembro 2004
Janeiro 2005
Fevereiro 2005
Março 2005
Abril 2005
Maio 2005
Junho 2005
Julho 2005
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Dezembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006
Outubro 2006
Novembro 2006
Dezembro 2006
Janeiro 2007
Fevereiro 2007
Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008